Prevenção do uso de substâncias psicoativas entre estudantes: multiplicadores em ação.

Camila Barcelos Vieira, Karine Felipe Barbosa, Tamiris Oliveira Scardua, Luanna C. Loss, Angela de Almeida Siqueira, Ketma dos Santos Armondes Belmiro, Lorena Silveira Cardoso, Profª. Drª. Marluce Miguel de Siqueira

Resumo


O artigo objetiva demonstrar a atuação de um multiplicador, que participou do projeto de prevenção entre escolares, e o significado desta ação para os adolescentes integrantes deste projeto. O estudo, portanto, caracteriza-se como um relato de experiência. O projeto Conectando Saberes e Prevenindo o Uso de Substâncias Psicoativas: Dialogando com a Comunidade, teve início no ano de 2010 em uma escola pública municipal situada no município de Vitória ES, e é desenvolvido como uma das principais atividades do Centro de Estudos e Pesquisas sobre Álcool e outras Drogas (CEPAD) da Universidade Federal do Espirito Santo (UFES). O projeto divide-se em duas fases: 1) Escolha dos multiplicadores e construção de um espaço que estimule reflexões e discussões sobre os aspectos relacionados ao uso de álcool, tabaco e outras drogas e 2) Atuação dos multiplicadores de forma ativa na escola (objeto deste artigo). Como resultados parciais, têm-se as ações educativas produzidas pelos adolescentes, bem como uma oficina dirigida por um destes multiplicadores, cuja temática versa sobre o protagonismo juvenil e potencialização de fatores pessoais de proteção ao uso de substâncias psicoativas entre adolescentes.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2015 Revista de Extensão Guará