ANÁLISE DA APLICAÇÃO DO MÉTODO AHP EM INDICADORES DE POTENCIALIDADE NA IMPLANTAÇÃO DE PARQUES EÓLICOS

ANALYSIS OF THE APPLICATION OF THE AHP METHOD IN POTENTIALITY INDICATORS IN WIND FARM IMPLEMENTATION

Autores

  • Natacha Sousa Javarini Universidade Federal do Espírito Santo, CEUNES - Centro Universitário Norte do Espírito Santo.
  • Vanielle Aparecida do Patrocinio Gomes Universidade Federal do Espírito Santo, CEUNES - Centro Universitário Norte do Espírito Santo.
  • Rodrigo Randow de Freitas Universidade Federal do Espírito Santo, CEUNES - Centro Universitário Norte do Espírito Santo. https://orcid.org/0000-0003-0170-6892

DOI:

https://doi.org/10.47456/bjpe.v7i1.33518

Palavras-chave:

AHP; Energia Eólica; Pesquisa Operacional.

Resumo

Ao considerar o cenário energético mundial atual, a fonte eólica é uma das grandes promessas para o futuro. Logo, justifica-se o aprofundamento dos estudos sobre projetos eólicos e suas particularidades, por se tratar de uma fonte de carácter renovável e que provoca o menor impacto no ambiente. Este estudo tem como finalidade discutir sobre os indicadores que influenciam na instalação de um parque eólico, por meio de comparações paritárias, de acordo com o método de tomada de decisão multicritério. Para isso, utilizou-se o Método Analytic Hierarchy Process para hierarquizar os critérios e indicadores que influenciam em tal implantação. O AHP utiliza a matemática para processar as preferências de indivíduos ou grupos tomadores de decisões, sendo o método facilitador na resolução de problemas por meio de um algoritmo. Os resultados apontaram o indicador que ocupou o primeiro lugar no ranking de tomada de decisão, que foi o ambiental, este por sua vez teve é composto por critérios com maiores pesos nos critérios de acordo com teste realizado por meio matriz de julgamentos. Em especial o critério vento, que se destacou na opinião dos pesquisadores, como sendo aquele que exerce uma maior influência quando se pensa em implantação de parque eólico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Natacha Sousa Javarini, Universidade Federal do Espírito Santo, CEUNES - Centro Universitário Norte do Espírito Santo.

Matematica industrial

Vanielle Aparecida do Patrocinio Gomes, Universidade Federal do Espírito Santo, CEUNES - Centro Universitário Norte do Espírito Santo.

Graduada em Engenharia de Produção pela Universidade Federal do Espírito Santo no campus São Mateus, E.S. / UFES-CEUNES. Pós-Graduada em Direito Público com Ênfase em Gestão Pública com capacitação para Magistério Superior pela Faculdade Damásio na Unidade de Colatina-ES Mestranda em Energia pela Universidade Federal do Espírito Santo no campus São Mateus, E.S. / UFES-CEUNES. Destaca-se produções textuais e atividades de pesquisa sobre Identificação e Caracterização de Potencialidade Social Econômica e Ambiental; Método de tomada de decisão com multicritérios - AHP; Atividade Pesqueira; Eficiência Energética e Energia Eólica.

Rodrigo Randow de Freitas, Universidade Federal do Espírito Santo, CEUNES - Centro Universitário Norte do Espírito Santo.

Atualmente Professor Adjunto do curso de Engenharia de Produção em regime de dedicação exclusiva da Universidade Federal do Espírito Santo no campus São Mateus, E.S. / UFES-CEUNES (2015). Doutor pelo programa de Pós-Graduação em Aquacultura pela Fundação Universidade Federal de Rio Grande (FURG) em 2011; Mestrado em Aquacultura pela Universidade Federal de Santa Catarina (2006); Especialização em Educação e Gestão Ambiental (Faculdade Saberes - 2003); e Graduação em Administração de Empresas: ênfase em análise de sistemas (Faculdade de Ciências Humanas de Vitória - 2001). Experiência na área de Gestão Ambiental e Gerenciamento Costeiro, Gestão de processos e produtos, análise de cadeias produtivas e Planejamento Estratégico. Em especial para a área de Engenharia, destacam-se diversos artigos, resumos e projetos executados e em andamento

Referências

Abeeólica - Associação Brasileira de Energia Eólica. (2020). Eólica: energia para um futuro inovador.

Amponsah, N., Troldborg, M., Kington, B., Aalders, I., & Hough, R. L. (2014). Greenhouse gas emissions from renewable energy sources: A review of life cycle considerations. Renewable and Sustainable Energy Reviews, 39, 461-475.

Azevedo, J. P. M., Nascimento, R. S., & Schram, I. B. (2016). Energia eólica e impactos ambientais: um estudo de revisão. XX Encontro Latino Americano de Iniciação Científica, XVI Encontro Latino Americano de Pós-Graduação e VI Encontro de Iniciação à Docência – Universidade do Vale do Paraíba.

Barbosa Filho, W. P., & Azevedo, A. C. S. (2014). O uso da análise hierárquica como auxílio na tomada de decisão de políticas públicas em energia eólica considerando aspectos de sustentabilidade. In: Congresso De Energia Solar, 5., 2014, Recife. Trabalhos… Recife: ABENS.

Barros, B. Z. (2020). Conheça os fatores que influenciam na produção de energia eólica. Engenharia 360.

Bechert, D., Santos, K. C., Neumann, P. N., & Edler, M. A. R. (2015). Eletricidade e meio ambiente: uma nova forma de pensar. REVINT, Cruz Alta, 3(1), 245-257.

Berzins, L. J. (2009). Avaliação de Desempenho pelo AHP, através do superdecisions; Caso Inmetro. Dissertação (Mestrado Profissionalizante) Programa de Pós-Graduação em Administração das Faculdades Ibmec.

Brasil. (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília, DF: Senado Federal: Centro Gráfico.

Brasil. (2007). Tribunal de Contas da União. Cartilha de licenciamento ambiental. 2. ed. Brasília:TCU.

Britol, E. B. S., & Magalhães, L. L. (2017). Marketing de relacionamento e sua influência no processo de captação e retenção de clientes na Tallis Joias e Óticas. Revista de Administração da UNI7, 1, 151–183.

Chaer, G., Diniz, R. R. P., & Ribeiro, E. A. (2011). A técnica do questionário na pesquisa educacional. Revista Evidência, 7(7), 251–266.

Colin, E. C. (2007). Pesquisa Operacional – 170 Aplicações em estratégia, finanças, logística, produção, marketing e vendas. São Paulo: Atlas.

Fadigas, E. A. F. A. (2011). Energia eólica - Série sustentabilidade. Rio Grande do Sul: Editora Antus.

Gazzaneo, B. P. B. (2008). Pré-seleção de ações para a Construção de Carteiras eficientes. Dissertação (Mestrado Profissionalizante em Administração), Faculdade IBMEC.

Gebraad, P. M. O., Teeuwisse, F. W., Van Wingerden, J. W., Fleming, P. A., Ruben, S. D., Marden, J. R., & Pao, L. Y. (2016). Wind plant power optimization through yaw control using a parametric model for wake effects-a CFD simulation study. Wind Energy, 19(1), 95-114.

Goldemberg, J., & Lucon, O. (2008). Energia, meio ambiente e desenvolvimento. 3. ed. São Paulo: EDUSP.

Gomes, L. E. B., & Henkes, J. A. (2015). Análise da energia eólica no cenário elétrico: aspectos gerais e indicadores de viabilidade econômica. R. Gest. Sust. Ambient., Florianópolis, 3(2), 463-482.

Gomes, V. A. P., & Freitas, R. R. (2019). Wind Farm Implementation Factors: A Bibliometric Analysis. International Journal of Advanced Engineering Research and Science, 6(8).

Gomes, V. A. P., Julio, T. S., & Freitas, R. R. (2016). IPSPA: Construção de um Índice de Potencialidade Socioeconômico, Produtivo e Ambiental Pesqueiro utilizando o Método AHP. Brazilian Journal of Production Engineering, 2(1), 72–83.

Hinrichs, A. R., & Kleinbach, M. (2003). Energia e meio ambiente. Trad. De Flávio Maron Vichi e Leonardo Freire Mello. 3. ed. São Paulo: Pioneira Thomson Learning.

Loureiro, C. V., Gorayeb, A., & Brannstrom, C. (2015). Implantação deenergia eólica e estimativa das perdasambientais em um setor do litoral oeste do Ceará, Brasil¹. Geosaberes, 6(especial (1)), 24 – 38.

MME – Ministério de Minas e Energia. (2007). Plano Nacional de Eficiência Energética: premissas e diretrizes básicas.

MURIUCI, S., FERRI, M. S., & FELICETTI, V. L. (2012). Uma sombra na Educação Brasileira: do ensino regular ao paralelo. 2012, [S.l.]: IX ANPED SUL - Seminário de Pesquisa em Educação da Região Sul,1–20.

Nascimento, T. C., Mendonça, A. T. B. B., & Cunha, S. K. (2012). Inovação e sustentabilidade na produção de energia: o caso do sistema setorial de energia eólica no Brasil. Cad. EBAPE.BR, 10(3), 630-651, Sept.

Pereira Neto, A. (2013). A tutela jurídica da energia eólica no Brasil. 2013. 132 f. Dissertação (Mestrado em Direito) – Escola Superior Dom Helder Câmara, Belo Horizonte.

Pinto, A. C., & Santo Neto, P. J. S. (2012). Uma Revisão do Estado da Arte sobre a Aplicação de Aerogeradores de Pequeno Porte no Contexto das Redes Inteligentes. Revista Ciências Exatas e Naturais, 14(1), Jan/Jun.

Pinto, L. I. C., Martins, F. R., & Pereira, E. B. (2017). O mercado brasileiro da energia eólica, impactos sociais e ambientais. Revista Ambiente & Água, 12(6), 1082-1100.

Ruy, M., & De Paula, V. M. F. (2012). Ferramenta Computacional de Apoio ao Ensino do Método de Análise Hierárquica em Cursos de Graduação em Engenharia de Produção. In: XXXII Encontro Nacional de Engenharia de Produção, 2012, Bento Gonçalves - RS. Anais... Bento Gonçalves: ABEPRO.

Saaty, T. L. & Vargas, L. G. (1979). Estimating technological coefficients by the analytic hierarchy process. Socio-Economic Planning Sciences, 13(6), 333–336.

Saaty, T. L. (1980). The Analytic Hierarchy Process and Health Care Problems. New York: McGraw-Hill.

Saaty, T. L. (1988). The analytic hierarchy process. New York, NY: Pergamon Press.

Saaty, T. L. (1990). How to make a decision: The analytic hierarchy process. European Journal of Operational Research, Amsterdam, 48, 9-26.

Saaty, T. L. (1991). Método de Análise Hierárquica. McGraw-Hill, Makron Books, São Paulo, SP, Brasil. 367p.

Saaty, T. L. (2000). Decision making for leaders. Pittsburg, USA: WS. Publications.

Saaty, T. L. (2001). Decision Making with Dependence and Feedback: the Analytic Network Process, 2nd edition, Pittsburgh (USA): RWS.

Silveira, L. D. M. (2017). A produção de energia eólica e seu potencial para desenvolvimento sustentável. XXXVII Encontro Nacional de Engenheria de Produção, Joinville.

Simas, M., & Pacca, S. (2013). Energia eólica, geração de empregos e desenvolvimento sustentável. Estudos Avançados, 27(77), 99-115.

Sovacool, B. K. (2013). The avian benefits of wind energy: A 2009 update. Renewable Energy, 49, 19-24.

Tegou, L. I., Polatidis, H., & Haralambopoulos, D. A. (2010). Environmental management framework for wind farm siting: Methodology and case study. Journal Of Environmental Management, 91(11), 2134-2147.

Wu, Y. N., Zhang, J. Y., Yuan, J. P., Geng, S., & Zhang, H. B. (2016). Study of decision framework of offshore wind power station site selection based on ELECTRE-III under intuitionistic fuzzy environment: A case of China. Energy Conversion and Management, 113, 66-81.

Publicado

2021-02-08

Como Citar

Javarini, N. S., Gomes, V. A. do P., & Freitas, R. . R. de. (2021). ANÁLISE DA APLICAÇÃO DO MÉTODO AHP EM INDICADORES DE POTENCIALIDADE NA IMPLANTAÇÃO DE PARQUES EÓLICOS: ANALYSIS OF THE APPLICATION OF THE AHP METHOD IN POTENTIALITY INDICATORS IN WIND FARM IMPLEMENTATION. Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE, 7(1), 17–30. https://doi.org/10.47456/bjpe.v7i1.33518

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)