Histórias do fogo: recordações familiares, racismo e o tempo do cativeiro sertanejo

Autores

  • Carolina Pereira UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

DOI:

https://doi.org/10.46812/e-2020310202

Palavras-chave:

Mem´´orias do cativeiro, Sertão da Bahia, Pós-abolição

Resumo

Este artigo analisa memórias do cativeiro sertanejo entre famílias quilombolas do Piemonte da Chapada Diamantina, Bahia, a partir da metodologia da História Oral. O objetivo, a partir de uma abordagem thompsoniana, é discutir os pontos de vista dos descendentes de escravizados sobre as experiências de seus antepassados durante e após a emancipação formal, tendo em vista as especificidades da escravidão nos sertões. O pós-abolição sertanejo é fruto de um passado escravista silenciado que se confundiu com o trabalho rural livre não (ou mal) assalariado sob o signo do racismo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

Fontes

CARMO, Ana Rita do [71 anos]. [jan. 2019]. Entrevistador: Autor. Morro do Chapéu, BA, 14 jan. 2019.

CARMO, Eliana de Souza Carmo [54 anos]. [Jul.2019]. Entrevistador: Autor. Barra II. Morro do Chapéu, BA. jul. 2019.

CARMO, Maria de Souza. [75 anos]. [abr. 2014]. Entrevistador: Autor. Barra II. Morro do Chapéu, BA. 13 abr. 2014.

ESPÍRITO SANTO, Durvalina Rosa [103 anos]. [jul. 2018]. Entrevistador: Autor. Morro do Chapéu, BA. 28 jul. 2018.

ESPÍRITO SANTO, Jurandir do [50 anos]. [jan. 2020]. Entrevistador: Autor. Barra II. Morro do Chapéu, BA. 18 jan. 2020.

ESPÍRITO SANTO, Nelson do [70 anos]. [jan. 2019]. Entrevistador: Autor. Barra II. Morro do Chapéu, BA. 17 jan. 2019.

OLIVEIRA, Adalberto de [80 anos]. [jan. 2019]. Entrevistador: Autor. Barra II. Morro do Chapéu, BA. 30 jan. 2019.

OLIVEIRA, Antônio José de [86 anos]. [jan. 2019]. Entrevistador: Autor. Barra II. Morro do Chapéu, BA. 13 jan. 2019.

OLIVEIRA, Edivaldo Rodrigues de. [77 anos]. [jan. 2019]. Entrevistador: Autor. Barra II. Morro do Chapéu, BA. 22 Jan. 2019.

OLIVEIRA, Elenita de [idade não informada]. [jul. 2018]. Entrevistador: Autor. Barra II. Morro do Chapéu, BA. 27 jul. 2018.

PEREIRA DOS SANTOS, Anaílde [41 anos]. [abril 2014]. Entrevistador: Autor. Gruta dos Brejões. Morro do Chapéu, Bahia. 23 abril de 2014.

RODRIGUES, Teocino do Espírito Santo. [54 anos]. [jan. 2020]. Entrevistador: Autor. Barra II. Morro do Chapéu, BA. 17 jan. 2019.

SANTOS, Evani Soares dos; CARMO, Laurides Rodrigues do. [idade não informada e 73 anos, respectivamente]; [jan.2020]; Entrevistador: Autor. Boa Vista. Morro do Chapéu, Bahia. 15 jan.2020.

SILVA, Izabel Pereira da. [abril 2014]. Entrevistador: Autor. Gruta dos Brejões. Morro do Chapéu, BA, 15 de abril 2019.

Obras Gerais

ALMEIDA, Silvio Luiz de. O que é racismo estrutural? Belo Horizonte/MG: Letramento, 2018.

ALVEAL, Carmen Margarida Oliveira. Senhores de pequenos mundos: disputas por terras e os limites do poder local na América portuguesa. Sæculum- revista de história, João Pessoa, jan./jun. 2012, p. 66-77.

CARDOSO, Ciro Flamarion S. Escravo ou camponês? O protocampesinato negro nas Américas. São Paulo: Brasiliense, 1987.

DARNTON, Robert. Histórias que os camponeses contam: o significado de Mamãe Ganso. In:_______. O grande massacre de gatos e outros episódios da história cultural francesa. 2ª ed. Rio de Janeiro: Graal. 1986.

FERREIRA, Jackson André da Silva. Gurgalha: um coronel e seus dependentes no sertão baiano (Morro do Chapéu, Século XIX). Tese (Doutorado em História Social). UFBA, Salvador, BA, 2014.

MATTOS, Hebe Maria; RIOS, Ana Maria Lugão. O pós-abolição como problema histórico: balanços e perspectivas. TOPOI, Rio de Janeiro, v. 5, n. 8, p. 170-198, jan./jun. 2004.

MATTOS, Hebe Maria; RIOS, Ana Maria Lugão. Memórias do cativeiro: família, trabalho e cidadania no pós-abolição. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2005.

MATTOS, Hebe. Das Cores do Silêncio: os Significados da Liberdade no Sudeste. Editora: Arquivo Nacional, 1995.

PIRES, Maria de Fátima Novaes. Travessias a caminho – tráfico interprovincial de escravos, Bahia e São Paulo (1850-1880). Revista África(s), v. 04, n.08, jul./dez. 2017, pp. 63-78.

PIRES, Maria de Fátima Novaes. O crime na cor: escravos e forros no alto sertão da Bahia (1830-1888). São Paulo: Annablume/ Fapesp, 2003.

POLLAK, Michel. Memória, esquecimento, silêncio. Estudos históricos. Rio de Janeiro: Cpdoc/FGV, v. 2, n. 3, 1989.

PORTELLI, Alessandro. História Oral como arte da escuta. São Paulo: Letra e Voz, 2016.

REIS, João José. Nossa história começa na África. Youtube, 15 de dez. de 2016. Disponível em: <https://www.youtube.com/watch?v=PF6mXS9QWpo>. Acesso em 04 de maio de 2020.

REIS, João José; SILVA, Eduardo. Negociação e conflito: a resistência negra no Brasil escravista. São Paulo: Companhia das Letras, 2005.

RIBEIRO, Djamila. Quem tem medo do feminismo negro? 1 ed. São Paulo: Companhia das Letras, 2018.

SAMPAIO, Moiseis de Oliveira. O coronel negro: coronelismo e poder no norte da chapada diamantina (1864-1919). Dissertação (Mestrado em História Regional e Local) – Universidade do Estado da Bahia, Santo Antônio de Jesus, 2009.

SILVA, Daniela Soares. Lídio Soares da Rocha: um liberto de nome e sobrenome. In: V Encontro de História – ANPHU, BA, 2010, Salvador. V Encontro de História, ANPHU, BA, 2010.

SILVA, Marinélia Souza da. Os sertões oitocentistas na historiografia baiana: notas sobre a escravidão. In: NEVES, Erivaldo Fagundes (Org). Sertões da Bahia: formação social, desenvolvimento econômico, evolução política e diversidade cultural. Salvador: Arcádia, 2011.

THOMPSON, Edward P. A miséria da teoria ou um planetário de erros. Rio de Janeiro. Zahar, 1981.

THOMPSON, Edward P. Folclore, antropologia e história social. In:_______ As peculiaridades dos ingleses e outros artigos. Campinas: Editora da Unicamp, 2001.

VIEIRA FILHO, Raphael Rodrigues. Os Negros em Jacobina (Bahia) no século XIX. Tese (Doutorado em História Social). Faculdade de História, Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, São Paulo, 2006.

Downloads

Publicado

14-07-2020

Como Citar

PEREIRA, Carolina. Histórias do fogo: recordações familiares, racismo e o tempo do cativeiro sertanejo. Revista Ágora, [S. l.], v. 31, n. 2, p. e-2020310202, 2020. DOI: 10.46812/e-2020310202. Disponível em: https://periodicos.ufes.br/agora/article/view/30397. Acesso em: 25 maio. 2024.

Edição

Seção

Pós-abolição: sociabilidades, relações de trabalho e estratégias de mobilidade s