DIFICULDADES ENCONTRADAS PELOS CUIDADORES DE IDOSOS COM ALZHEIMER

DIFFICULTIES FOUND BY ELDERLY CAREGIVERS WITH ALZHEIMER

Autores

Palavras-chave:

Cuidadores, Doença de Alzheimer, Idoso

Resumo

Introdução: O envelhecimento é um fenômeno comum em todo o mundo, que provoca alterações no estado de saúde que comumente requerem cuidados. O Alzheimer é uma patologia bastante corriqueira na população idosa. Objetivo: Identificar as adversidades que os tratadores de idosos com Alzheimer enfrentam. Metodologia: Refere-se a uma revisão integrativa da literatura, que teve a seguinte questão norteadora: Quais são os principais obstáculos que os cuidadores de idosos com Alzheimer enfrentam?  A busca ocorreu no período de setembro a outubro de 2020, na base de dados: MEDLINE e na biblioteca virtual: Scielo, mediante a utilização dos descritores: “Idosos”, “Cuidadores” e “Alzheimer”. Foram incluídos no estudo: artigos publicados nos anos de 2015 a 2020, disponíveis na íntegra, gratuitos, em português, e que estiveram de acordo com o objetivo proposto pela pesquisa, sendo excluídos: editoriais, cartas ao editor, estudos de revisão, tese, dissertação, artigos duplicados e estudos que não corresponderam à temática relevante do estudo, sendo a amostra composta por 13 artigos. Resultados e Discussão: As dificuldades mais frequentes encontradas consistem em conforto e limpeza, necessidade de ações constantes e ausência de informação sobre a patologia em questão, bem como, problemas de saúde do cuidador; dedicação integral ao cuidado e convívio social prejudicado; e aceitação das circunstâncias de submissão do idoso/troca de papéis. Conclusão: O estudo evidenciou desafios diários no cotidiano dos cuidadores e revelou a necessidade de atentar as problemáticas de saúde que surgem como resultado do acumulo de atividades desenvolvidas por estes indivíduos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Talina Carla da Silva, Faculdade Santa Maria, Cajazeiras

Doutora em Ciências da Saúde pela Escola de Enfermagem da Universidade de São Paulo (EEUSP)-2019. Mestre em Saúde Pública pela Universidade Estadual da paraíba (UEPB)-2014.Bacharelado e licenciatura em enfermagem formada pela Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) - 2011. Docente da Faculdade Santa Maria e Coordenadora da Pós-Graduação da Faculdade de Santa Maria de Cajazeiras. Especialista em Saúde Coletiva pela Faculdade Integrada de Patos. Cursando a Especialização de Docência no Ensino Superior pela Faculdade Santa Maria. Integrante do Núcleo de Estudos e Pesquisas Epidemiológicas (NEPE/UEPB). Membro do Grupo de Pesquisa Avaliação dos Serviços de Saúde (CNPq). Membro do Grupo de Pesquisa ?Vulnerabilidade, Adesão e Necessidades em Saúde Coletiva? (USP). Principais Áreas de Atuação: Enfermagem, Saúde Coletiva, Epidemiologia ou Vigilância em Saúde, Doenças infectocontagiosas, Saúde Coletiva, Geoprocessamento.

Macerlane de Lira Silva, Faculdade Santa Maria, Cajazeiras

Possui graduação em Enfermagem pela FSM Cajazeiras, especialização em política e gestão do cuidado com ênfase no apoio matricial pela UFPB e mestrado em Saúde Coletiva pela UNISANTOS. Atuou como Tutor no Curso de especialização em Saúde da Família e gestão de linhas de cuidado pela UFPB, campus João Pessoa. Atualmente é professor da Faculdade Santa Maria de Cajazeiras, Coordenador local do Programa de Residência Multiprofissional em Saúde Coletiva, membro do Comitê de Ética em Pesquisa da UFCG Campus Cajazeiras/PB e voluntário da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais de Cajazeiras?PB. Tem experiência nas áreas de Epidemiologia, Saúde Coletiva, Gestão em Saúde, Saúde da Família e Saúde da Mulher.

Ingridy Michely Gadelha do Nascimento, Faculdade Santa Maria, Cajazeiras

Graduanda em Enfermagem pela Faculdade Santa Maria - (FSM), Cajazeiras, Paraíba. Faz parte do Projeto Gráfico e Diagramação da Revista Interdisciplinar em Saúde - (RIS). Atualmente é membro do grupo de pesquisa Inovações Tecnológicas no Ensino Superior: Desafios Contemporâneos e de estudos e pesquisa na área da saúde do idoso. Na atuação acadêmica foi monitora da disciplina de Fundamentos do Cuidar em Enfermagem I para o curso de Enfermagem, e participou de dois projetos de extensão da Faculdade Santa Maria. Foi palestrante em escolas de rede municipal e estadual. Ministrou minicursos sobre a construção de trabalhos científicos e manuseio da plataforma Lattes abertos ao público geral. Atuou na comissão organizadora do XVI Encontro Acadêmico do Nordeste (XII Encontro de Iniciação Científica, II Seminário do Pacto de Educação em Direitos Humanos) promovido pela FSM e na Monitoria do V Congresso Brasileiro de Urgência e Emergência promovido pela ASPEPB.

Matheus Tavares Alencar, Faculdade Santa Maria, Cajazeiras

Possui ensino-medio-segundo-graupela E. E. E. M. Dr. José Duarte Filho(2016).

Ankilma do Nascimento Andrade Feitosa, Faculdade Santa Maria, Cajazeiras

Doutora em Ciências da Saúde pela Faculdade de Medicina do ABC – FMABC, Especialista em Auditoria em Serviços de Saúde – FACISA, Mestre em enfermagem – UFPB, Graduada em Enfermagem – FAZER, Licenciada em Enfermagem – UFPB, Docente da Faculdade Santa Maria, Cajazeiras, PB, Brasil.

Referências

Assenheimer, A., & Brum, Z. P. (2018). Dificuldades enfrentadas pelo cuidador de idoso domiciliar. Revista Interdisciplinar em Ciências da Saúde e Biológicas. 3, 2, 3-12.

Bierhals, C. C. B. K., Santos, N. O., Fengler, F. L., Raubustt, K. D., Forbes, D. A., & Paskulin, L. M. G. (2017). Necessidades dos cuidadores familiares na atenção domiciliar a idosos. Revista Latino-Americana de Enfermagem, 25, 2870.

Cesário, V. A. C., Leal, M. C. C., Marques, A. P. D. O., & Claudino, K. A. (2017). Estresse e qualidade de vida do cuidador familiar de idoso portador da doença de Alzheimer. Saúde em Debate, 41, 171-182.

Diniz, M. A. A., Melo, B. R. D. S., Neri, K. H., Casemiro, F. G., Figueiredo, L. C., Gaioli, C. C. L. D. O., & Gratão, A. C. M. (2018). Estudo comparativo entre cuidadores formais e informais de idosos. Ciência & Saúde Coletiva, 23, 3789-3798.

Garbaccio, J. L., & Tonaco, L. A. B. (2019). Características e Dificuldades do Cuidador informal na Assistência ao Idoso. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundamental, 680-686.

Kucmanski, L. S., Zenevicz, L., Geremia, D. S., Madureira, V. S. F., da Silva, T. G., & de Souza, S. S. (2016). Doença de Alzheimer: desafios enfrentados pelo cuidador no cotidiano familiar. Revista Brasileira de Geriatria e Gerontologia, 19(6), 1022-1029.

Leite, B. S., Camacho, A. C. L. F., Joaquim, F. L., Gurgel, J. L., Lima, T. R., & Queiroz, R. S. D. (2017). A vulnerabilidade dos cuidadores de idosos com demência: estudo descritivo transversal. Revista Brasileira de Enfermagem, 70(4), 682-688.

Lino, V. T. S., Rodrigues, N. C. P., Camacho, L. A. B., OʼDwyer, G., Lima, I. S. D., Andrade, M. K. D. N., & Atie, S. (2016). Prevalência de sobrecarga e respectivos fatores associados em cuidadores de idosos dependentes, em uma região pobre do Rio de Janeiro, Brasil. Cadernos de Saúde Pública, 32, e00060115.

Marins, A. M. D. F., Hansel, C. G., & da Silva, J. (2016). Mudanças de comportamento em idosos com Doença de Alzheimer e sobrecarga para o cuidador. Escola Anna Nery, 20(2), 352-356.

Mattos, E. B. T., & Kovács, M. J. (2020). Doença de Alzheimer: a experiência única de cuidadores familiares. Psicologia USP, 31.

Meira, E. C., Reis, L. A. D., Gonçalves, L. H. T., Rodrigues, V. P., & Philipp, R. R. (2017). Vivências de mulheres cuidadoras de pessoas idosas dependentes: orientação de gênero para o cuidado. Escola Anna Nery, 21(2).

Mendes, C. F. M., & Santos, A. L. S. D. (2016). O cuidado na doença de Alzheimer: as representações sociais dos cuidadores familiares. Saúde e Sociedade, 25, 121-132.

Mendes, P. N., Figueiredo, M. D. L. F., Santos, A. M. R. D., Fernandes, M. A., & Fonseca, R. S. B. (2019). Sobrecargas física, emocional e social dos cuidadores informais de idosos. Acta Paulista de Enfermagem, 32(1), 87-94.

Nascimento, H. G. D., & Figueiredo, A. E. B. (2019). Demência, familiares cuidadores e serviços de saúde: o cuidado de si e do outro. Ciência & Saúde Coletiva, 24, 1381-1392.

Ribeiro, D. R., Calixto, D. M., da Silva, L. L., Alves, R. P. C. N., & de Carvalho Souza, L. M. (2020). Prevalência De Diabetes Mellitus E Hipertensão Em Idosos. Revista Artigos. Com, 14, e2132-e2132.

Silva, I. L. C. D., Lima, G. S., Storti, L. B., Aniceto, P., Formighieri, P. F., & Marques, S. (2018). Sintomas neuropsiquiátricos de idosos com demência: repercussões para o cuidador familiar. Texto & Contexto-Enfermagem, 27(3).

Silva, P. D. M. (2020). O Impacto do comportamento do idoso com doença de alzheimer na vida do cuidador. Revista Eletrônica Acervo de Enfermagem. 2, 1-7.

Souza, I. D., Pereira, J. D. A., & Silva, E. M. (2018). Entre o Estado, a sociedade e a família: o care das mulheres cuidadoras. Revista Brasileira de Enfermagem, 71, 2720-2727.

Ventura, H. N., Fonseca, L. D. C. T. D., Borges, B. C. F., Nóbrega, J. Y. L., & Nóbrega, M. L. L. (2018). Saúde do idoso com doença de Alzheimer: revisão integrativa. Revista de Pesquisa: Cuidado é Fundaental.(Online), 941-944.

Publicado

2020-12-02

Como Citar

Souza, E. C. de ., Silva, T. C. da, Silva, M. de L. ., Nascimento, I. M. G. do ., Alencar, M. T., & Feitosa, A. do N. A. . (2020). DIFICULDADES ENCONTRADAS PELOS CUIDADORES DE IDOSOS COM ALZHEIMER: DIFFICULTIES FOUND BY ELDERLY CAREGIVERS WITH ALZHEIMER. Brazilian Journal of Production Engineering - BJPE, 6(6), 216–224. Recuperado de https://periodicos.ufes.br/bjpe/article/view/32945

Edição

Seção

TECNOLOGIA E INOVAÇÃO NA SAÚDE - TECHNOLOGY AND INNOVATION IN HEALTH

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)